Você está em: Rayfran Batista
A EBD e a sua missão por excelência.

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

O compromisso mais desafiador que a Igreja tem diante de si, está na formação do cristão como um verdadeiro discípulo de Jesus Cristo (Mt 28.18-20). E para alcançar este grande objetivo, ela só terá pleno êxito se investir tudo o que pode na prática do ensino bíblico. Esta atividade deve contemplar as pessoas de todas as faixas etárias que a compõe. Tal investimento deve ser feito com muito amor e dedicação na formação daqueles que estão caminhando na construção do Reino de Deus, Rm 12.7. A formação da consciência missionária de um indivíduo ou de uma comunidade passa, necessariamente pelo processo da educação. Nos primeiros e mais conhecidos objetivos da escola bíblica dominical, citados no manual da Escola Dominical, está declarada a necessidade da formação missionária da igreja:
 Ganhar almas para Jesus;
 Formar o caráter cristão;
 Treinar obreiros para o serviço do Senhor Jesus.1
Além destes conhecidos objetivos, a escola dominical funciona também como uma poderosa agência de ensino bíblico e cristão tendo o seu foco principal na glória de Deus e na formação de verdadeiros discípulos para o Senhor Jesus Cristo. Quando bem estruturada na visão bíblica e amparada por sua fidelidade a uma teologia evangélica ortodoxa, a EBD deve se propor sempre à seguinte missão:
• Evangelizar durante sua realização e fora dela;
• Integrar os novos decididos na Igreja;
• Promover o ensino sólido da Palavra de Deus a pessoas de todas as idades;
• Dinamizar a solidariedade, a comunhão e cooperação;
• Estimular o surgimento de novos líderes na Igreja;
• Despertar o espirito e a ação missionária;
• Colaborar com a formação dos valores morais e espirituais que proporcionam o equilíbrio da família;
• Tornar os professores e alunos mais piedosos.

A prática da Palavra de Deus no cotidiano dos cristãos é, portanto, a grande ênfase da EBD. Ela fortalece a família e a encoraja, orientando crianças, adolescentes, jovens e adultos de acordo com os princípios de Deus.
Um dos maiores desafios da Igreja e, por conseguinte da EBD na atualidade é a formação de discipuladores. A letra “D” que na sigla de nossa escola bíblica, enfatiza dominical, por ser o dia comum de sua realização, deveria também chamar a nossa atenção para a necessidade da ênfase no discipulado. Nossa maior escola deve ser conhecida também como discipuladora e não apenas como dominical.

1. A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO CRISTÃ NA FORMAÇÃO MISSIONÁRIA DA IGREJA
A educação cristã na igreja é, sem dúvida, a dimensão mais fundamental incluída na mais destacada missão que o Senhor Jesus Cristo entregou à sua Igreja: “…Fazei discípulos de todas as nações… ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado” (Mt 28.19,20). Jesus foi o mestre por excelência e durante seu ministério dedicou a maior parte do seu tempo à formação missionária dos seus seguidores. Do início ao final de seu trabalho na terra Ele empregou todos os esforços na aplicação desta verdade e, deixou claro que todos os seus seguidores deveriam fazer o mesmo com aqueles que viessem a tornarem-se seus discípulos também. Paulo enfatizou esta verdade em sua 2ª carta ao Jovem Obreiro Timóteo: “E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros”, e também quando escreveu à igreja em Éfeso. “… Até que todos cheguem à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo, para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina…” (2 Tm 2.2; Ef 4.13,14).
Jamais deve ser esquecido que dentre as prioridades da igreja de Cristo aqui na terra destacam-se a evangelização e a educação cristã. A Igreja de Jesus Cristo deve está comprometida não apenas com os valores cristãos, mas de um modo especial, deve permanecer engajada diuturnamente com a disseminação do evangelho de Cristo, mostrando a todos o plano da plano da salvação em Cristo Jesus, (Mc 16.15-20; At 5.42; 1 Co 1.18-23). A formação da nova criatura em Cristo, visando levá-lo à sua plena maturidade assim como a formação de uma consciência missionária na vida de um discípulo de Cristo, é impossível sem a operação do Espírito Santo na vida humana. Daí, a relevância da oração e o lugar que a comunhão com Deus deve ocupar na vida dos verdadeiros seguidores do Senhor Jesus Cristo.
A Escola Bíblica Dominical pode ser considerada a grande mola propulsora do crescimento equilibrado da maioria das igrejas evangélicas em nosso país. Organizada na Inglaterra em 1780, a Escola dominical teve início com a ideia de um jornalista cristão de Gloucester que preocupado com o futuro das muitas crianças que ele via dia após dia nas ruas, sem os cuidados básicos e sem educação. Robert Raikes organizou uma classe em uma sala alugada onde lecionava às crianças noções da língua inglesa, Aritmética e a Bíblia Sagrada nas manhãs de Domingo. A princípio, sua ideia e seu método não foram bem aceitos pelas igrejas de então, mas ao fim de três anos, a EBD espalhara-se por toda a Inglaterra e chegou a outros países.
No Brasil a EBD teve início em 1859 com Robert e Sara Kaley em Petrópolis no Rio de Janeiro, fato que, simultaneamente era também a fundação da Igreja Congregacional no Brasil.
A EBD cresceu e foi adotada pela maioria das igrejas protestantes no mundo todo e, em particular no Brasil, a EBD tornou-se uma das mais tradicionais estruturas de ensino das igrejas evangélicas. A EBD vem sendo ajustada às evoluções do tempo conservando a sua mensagem. A sua essência educacional e pedagógica continua a mesma. O seu livro texto continua sendo a Bíblia Sagrada. Suas lições são explicadas e aplicadas a cada domingo por professores graduados e/ou leigos sendo, na sua maioria, voluntários que sentem se chamados por Deus para ajudar na formação do caráter cristão de milhares de crianças, adolescentes, jovens e adultos.

2.A ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL COMO AGÊNCIA DE FORMAÇÃO CRISTÃ MISSIONÁRIA
Hoje, é quase lugar comum afirmar que A Escola Bíblica Dominical é uma grande agência de educação cristã, uma estratégia comprovada para a condução do discipulado, a maturidade e a consciência missionária do povo de Deus. Muitos de nossos mais atuantes missionários, tanto do passado como do presente, tiveram como seu único centro de treinamento uma sala de aula da EBD. Ali receberam não só as necessárias informações que lhes instruiu sobre as bases bíblicas de missões como também a vocação e o incentivo para tão excelente obra. Dentre as grandes vantagens da EBD, destaca-se o fato de ela adequar-se a praticamente todos os métodos e modelos de crescimento da Igreja.
Através de séculos, a Escola Dominical tem sido um poderoso instrumento de educação no seio da igreja cristã. “No sentido mais completo do termo, a escola bíblica dominical é altamente significativa na vida das igrejas cristãs. Ela desempenha um papel importante no processo de continuidade da cultura religiosa que precisa ser transmitida às novas gerações. Além disso, a Escola Dominical fortalece a visão doutrinária, na medida em que oferece um espaço aberto para pensar e repensar os aspectos fundamentais de nossa fé cristã. Em sua missão, ela vai mais longe ainda, pois sua vocação é formadora, evangelizadora e missionária. Hoje estamos sendo desafiados a uma reflexão séria em torno da Escola Dominical, pois do contrário a igreja local em sua missão fracassará no tocante à formação do cristão em todos os sentidos. 2
O Ministério de ensino ou ação docente através escola dominical, deve trazer também a visão de educação na preparação, capacitação e treinamento de líderes, organização das atividades de planejamento e avaliação das diversas organizações da igreja, sem omitir um esforço de conscientização e ação missionária. “A igreja contemporânea precisa descobrir um modelo educacional que culmine na sua plena realização, ou seja, na descoberta da sua identidade local. Esta pode ser trabalhada a partir do questionamento: ‘Que tipo de Igreja desejamos ser ?’ ou: ‘Como Igreja, o que devemos fazer ?’ O que estamos fazendo hoje, de certa forma, determina o nosso amanhã. Movidos pela força do Senhor, temos conseguido vitórias que demonstram nosso compromisso com o Reino de Deus. Entretanto, nosso compromisso mais desafiador está na formação do cristão. A igreja, para alcançar o objetivo do ensino, precisa investir com muito amor na formação daqueles que estão caminhando na construção do Reino de Deus”. 3
Além deste foco da escola bíblica dominical relacionado a missões, ela precisa formar pessoas para o desempenho do seu próprio ministério de ensino, ou seja, garantir a sua continuidade. E através de seu corpo docente, deve ter como meta o desenvolvimento de um processo técnico-pedagógico que gere crescimento espiritual e um profundo compromisso do cristão com a igreja local, preocupando-se com a transformação progressiva do cristão, no caráter, valor, motivação, atitudes e entendimento (1 Jo 4.17).

3.DIFICULDADES IDENTIFICADAS PARA PRÁTICA DO DISCIPULADO NA IGREJA LOCAL:
Se analisarmos cuidadosamente a situação de muitas igrejas com relação à prática do discipulado, descobriremos que há pelo menos sete fontes nas quais reside o problema da falta de discipulado:
3.1.A tradição tem substituído a estratégia.
3.2.Só alguns estão envolvidos em vez de toda a igreja.
3.3.As instituições e os departamentos têm substituído as pessoas.
3.4.Muitos líderes não demonstram nenhum interesse pelo assunto.
3.5.Muitos crentes pensam que basta ao novo decidido participar dos cultos, por isso outras ações de discipulado são desnecessárias.
3.6.Quando existe algum trabalho discipular, em muitos casos o mesmo está reduzido ao aspecto do conteúdo doutrinário em detrimento da prática de um relacionamento equilibrado.
3.7.A falta de treinamento para a formação básica de discipuladores.

4.CONTRIBUIÇÕES PRÁTICAS DA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL PARA O CUMPRIMENTO DA GRANDE COMISSÃO:

Destacamos aqui algumas das grandes contribuições que a EBD pode oferecer à igreja com vistas ao cumprimento da grande comissão:
 Proporcionar à igreja a fundamentação bíblica e teológica para a sua maturidade e exercício missionários;
 Apontar estratégias eficazes para a prática de missões urbanas bem-sucedidas;
 Oferecer através de sua estrutura de classes formadas por faixas etárias, grandes possibilidades de comunhão, o despertar de aptidões, oração coletiva, superação de problemas como timidez no ato de testemunhar, testemunho pessoal e incentivo à leitura.
 Fomentar em cada uma de suas reuniões o espírito missionário da igreja porque o seu livro texto é Bíblia Sagrada que é o manual de missões por excelência.
 Oferecer uma boa formação bíblica e pedagógica ao seu corpo docente.
 Buscar sempre a orientação do Espírito Santo que é o maior promotor de missões na história da igreja.
 Organizar seu departamento, secretaria ou ministério de discipulado, com no mínimo 5 pessoas como coordenadoras do trabalho local.
 Promover sempre treinamentos para a formação de novos discipuladores.
 Recrutar, o maior número possível de pessoas da congregação para trabalhar como discipuladores, na EBD, atendendo a todas as faixas etárias.
 Desenvolver o discipulado tanto de forma coletiva na congregação (aulas semanais) como nos lares através do acompanhamento feito por duplas ou equipes de discipuladores maduros na fé àqueles novos irmãos que são impedidos de congregarem-se regularmente.
 Constituir classes permanentes para formação de novos professores/discipuladores.
 Organizar classes com apenas 10 alunos e três professores/discipuladores. É mais fácil três pessoas cuidarem de dez que uma ou duas cuidarem de vinte ou trinta novos na fé matriculados em uma mesma classe.
 Destacar em cada departamento ou ministério da igreja pessoas que serão conhecidas como promotores de discipulado.
 Estimular a prática de ações simples tais como: cultos especiais com os novos na fé a cada mês ou trimestre; convivências, concursos bíblicos, classes de discipulado infantil, juvenil, discipulado com surdos, através da Linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS), classes de alfabetização de adultos, etc..

CONSIDERAÇÕES FINAIS:
Como agência educadora que é neste mundo, a missão da igreja de Jesus Cristo continua sendo ensinar o conteúdo da fé às presentes e futuras gerações. Enquanto comunidade reunida, ela aprende sobre Deus e como desenvolver sua missão nesta sociedade pluralista e permeada por conflitos e violência. A despeito das previsões mais pessimistas, a EBD como a principal coluna pedagógica da igreja se mantém viva imprimindo sua marca através dos tempos, preservando a memória e os sonhos daqueles que, atendendo ao chamado de Deus, se preparam para ensinar e fazer discípulos. Essa insistência e resistência apresentam formas diversificadas de acordo com as características de cada contexto e de cada época.

NOTAS
1.Antonio Gilberto da Silva, Manual da Escola Dominical, CPAD, RJ, 1987.
2.Dr.Tácito da Gama Leite Filho, CETEO – Centro de Estudos Teológicos Brasileiro – disponível em 18/01/2012 no site www. ceteo.com.br
3.Idem.

 

Rayfran Batista da Silva, Pastor presidente da Assembleia de Deus em Santa Inês, MA; 2º Vice-presidente da CEADEMA – Convenção Estadual das Assembleias de Deus no MA; Diretor do IBPE- Instituto Bíblico Pastor Estevam Ângelo de Sousa; Pregador, professor de várias matérias teológicas. Pós-graduado em Teologia (EST, RS); graduado em Filosofia (FAEME, MA), Letras (FAMA, MA) e História (UEMA,MA e Cristo Rei,PI).
Autor dos livros: “Edificando a igreja pelo ensino da palavra”; “História da Assembleia de Deus no Maranhão, vol.1”; “Porque o desafio missionário é urgente?”; “Manual básico de evangelismo e discipulado”; “Síntese histórica dos 85 anos da Assembleia de Deus em São Luís”; “Qual o valor da tua alma?”; “Perguntas e respostas sobre disciplina na igreja”; “História da AD em São Luís, edição dos 90 anos”; “João Jonas, o Apóstolo dos sertões”; “Por que sou Pentecostal?”.
Contatos: rayfranbatista@gmail.com
www.adsantaines.com
www.ieadesimaranhao.com.br
www.ibpeteologia.blogspot.com
www.rayfranbatista.com

2 Comentários

  1. Excelente material nobre Pr. Rayfran Batista, gostei muito ao ponto de divulgar informando a fonte como material de pesquisa. Obrigado pelo trabalho. Que Deus abençoes!

  2. Prezados Senhores!
    Estou fazendo um curso Metodologia procedimento de Ensino, período um pouco curto, pesquisando na, localizei esta matéria. Muito interessante
    , muito bom, para adquirir mais conhecimento.
    Obrigada irmãos.

Deixe o seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *. Obs.: Enviando este comentário você estará garantindo uma licença perpétua para reproduzir aqui sua opinião, nome e site. Comentários ofensivos ou inapropriados serão removidos. Seu e-mail é usado apenas para fins de verificação, e não será publicado ou compartilhado de forma alguma..